sábado, 9 de abril de 2011

Cavaleiros do Norte, 2 anos!, 826 postagens!, 203 360 visitantes!

A 9 de Abril de 1975, laureava eu o queijo por Luanda - em angolanas férias, com o Cruz. Um ano antes, jornadeava pelo Campo Militar de Santa Margarida e em 1973 estava a duas semanas da incorporação militar que me levaria por Santarém (recruta na Escola Prática de Cavalaria) e Lamego (Centro de Instrução de Operações Especiais, onde me fizeram Ranger, para  o que desse e viesse da guerra), antes de chegar ao RC4 santa-margaridense, a unidade mobilizadora, e de partir para Angola.
Há dois anos, em 2009, fiz «nascer» este blogue - com o post que reproduzo na imagem.
Se me perguntassem nesse dia se a este chegaria, o de hoje, com actualizações diárias, garantiria que não! Não teria quaisquer dúvidas!
Mas, afinal, é o que tem acontecido. Todos os dias.
Este post é o nº. 826. Post 826 e outras tantas histórias. Nalguns casos, mais de uma por dia!
Hoje, que faz dois anos e até este momento, o blogue já teve cerca de 250 entradas.
De países tão diferentes como Portugal (131), Brasil (13), França (15), Macau (2), Estados Unidos (2), Espanha (2), Ucrânia (1), Eslovénia (4), África do Sul (2), Dinamarca (2), Alemanha (8), Holanda (6), Canadá (7), Suíça (22), Angola (27), entre outros. Suponho que serão, para além de Cavaleiros do Norte, muitos quitexanos - militares ou civis, por uma qualquer razão.
O Cavaleiros do Norte foi visto 203 360 vezes.
Obrigado aos que têm colaborado: ao tenente Luz (agora capitão aposentado), aos amigos Cruz, Almeida, Ribeiro e Machado (alferes), Neto, Monteiro e Pires (Bragança), Belo, Dias, Rodrigues, Reina e Fernandes (furriéis), ao Tomás e ao Buraquinho (1ºs. cabos). E ao dr. Albino Capela. A quitexanos de campanhas anteriores: Fonseca (Casal), Patriarca, Lapa e César. E a todos quantos, de uma ou outra formas, me tem feito chegar elementos de memória da nossa jornada de Angola. Sem querer, mas podendo esquecer algum, a todos um grande, grande obrigado quitexano.
O Cavaleiros do Norte é de todos!
Um abraço para todos!
C. Viegas
Ver AQUI

12 comentários:

JM Ferreira disse...

Visto isso, é justificável que se cante... parabéns a você...
A brincar, a brincar, também já fiz dois anos, muito embora, dadas as características, com 1/5 de visitas!
De qualquer modo, é de registar o facto e dizer qualquer coisa, quanto mais não seja a «empurrar» para continuar. As estatísticas do Blogger denunciam quem por aqui passa com frequência...
Com votos de longa vida.

JM Ferreira

Luis Patriarca disse...

Os meus parabéns ao Celestino Viegas digno autor deste bloog.
Luis Patriarca

Carlos Silva disse...

Parabéns!
Não vou repetir-me, mas uma vez mais quero agradecer a possibilidade de reviver momentos(sem saudosismos), mas que foram etapas e que de certa maneira marcaram ou deixaram marcas na vida de quem por lá jornadeou.Um grande abraço para todos os Cavaleiros do Norte.
Carlos Silva
(3ª CCAV/8423)

Anónimo disse...

Fantastico Viegas, mesmo mesmo tu, n/Npercas o gás.
Cândido

Anónimo disse...

É um trabalho notável, o que aqui é feito e o mais impressionate é a regularidade e o rigor. Estás de parabéns, meu caro Viegas, s+o espero que não desistas de contar esta oarte bonita das nossas vidas...
N. Almeida

Tomás disse...

Não à duvida que mereces ser "parabenisado". Pela insistência, teimosia, paciência e muito carinho que pões neste blogue. Obrigado por nos ajudares a avivar a nossa memória que começa a ganhar (cataratas no alto da moleirinha). Uma vêz mais lanço o desafio a todos os ex-combatentes para aqui deixarem as suas histórias e memórias. Grande abraço e votos de muita saúde para continuares este excelente trabalho.

Anónimo disse...

Força Viegas; não percas a pedalada, os meus parabéns pelo trabalho realizado, deste modo continuamos vivos e unidos como sempre o fomos. 1 Abraço Rodrigues

Anónimo disse...

Atingir este patamar é extraordinário, desejo que o Viegas não desista e nos continue a brindar com estas histórias da nossa comissão, quantas delas a gente já nem se lembra mas nos avivam outras.
E atenção à qualidade, é muito boa...
M. Matos

Anónimo disse...

Amigo Viegas, continua este teu trabalho, bem sei que não deve ser fácil mas faz de contas que estás todos os dias de serviço.
Madeleno

Anónimo disse...

Patriarca Parabéns ao Celestino Viegas digno autor deste bloog que ao longo do tempo tem mantido de uma forma simples, mas cheia de qualidade narrativa em todos estes textos, transformando-os em documentos que ficarão para a história daqueles que os viveram ou que simplesmente por alí passaram.
Luís Patriarca

Anónimo disse...

Patriarca Parabéns ao Celestino Viegas digno autor deste bloog que ao longo do tempo tem mantido de uma forma simples, mas cheia de qualidade narrativa em todos estes textos, transformando-os em documentos que ficarão para a história daqueles que os viveram ou que simplesmente por alí passaram
Luís Patriarca

Anónimo disse...

Viegas, meu velho, admiro a tua pachorra para estas coisas que nos matam as saudades da tropa e o preciosismo com que falas delas, como se as tivessemos vivido ontem. Realmente foi há dois anos e parece que ainda foi ontem, espero que não desistas nos próximos tempos, vou tentar arranjar-te algumas fotografias mas tenho poucas.
um grande abraço para to e para o Neto.
DIAS